MÉDICO E MONSTRO

Pedro Hispano (1210-1277)

O único papa que encontramos no Paraíso da Divina Comédia, de Dante Alighieri, é Pedro Hispano, o João XXI, que foi também o único pontífice médico e ainda o único português a ser Pontifex Maximus em toda a história da Igreja.

Na Idade Média humanista, os grandes centros de estudo da medicina eram as universidades de Montpellier, Paris, Bolonha e Salerno. Antes de ser papa, Pedro Hispano clinicou e lecionou em todas elas. Mas ensinou lógica também, com viés helenista e bem aristotélico: queria no corpore sano mens sana, ora pois pois. 

E sua obra maior nesse campo foi a Summulae Logicales, um estudo sobre as ideias e as palavras na busca da verdade, sobre o ser e o parecer. Para ele, cientista que era, e que em muitos aspectos se antecipava ao cartesianismo do século XVII, o homem que  simpatiza com uma verdade deixa de pensar, e assim perde a capacidade de ouvir. Qualquer um que não mantenha o necessário distanciamento emocional no momento da observação, abdica da faculdade intelectiva e torna-se um defensor insano das ideias que abraçou. Não escuta nem lê mais. Melhor: escuta e lê o que confirma as próprias ideias, e escuta e lê o contrário apenas para conceber a melhor forma de refutar.

Vemos isso,  por exemplo, e todos os dias, nos fundamentalismos religiosos.

E vemos isso muito bem marcado no Brasil de hoje, também. Um país que, em nenhum governo, com nenhum partido, jamais fez da educação básica a sua prioridade. Um país em que poucos realmente aprenderam a ler e a ouvir.

Observemos: todos os brasileiros estão indignados. E é claro que há fartos motivos, muitos de matriz ideológica e mais ainda de ordem moral, para que uns e outros apontem-se os dedos.

Contudo, embora todos sejam contra TODOS os corruptos, e embora a indignação se mostre contra TODA a corrupção... a intolerância de todos esses mesmos uns e outros é sempre relativa. Estamos cheios de verdades e indignadamente mergulhados nesse fundamentalismo, basta prestar atenção ao que nos mandam pelas redes sociais.

Façamos o exercício: quase todas as postagens indignadas que recebemos ou são de A ou são de B.

A) aquele que é contra todos os corruptos, mas acaba compartilhando apenas o que comprova a corrupção dos petistas.

B) aquele que é contra todos os corruptos, mas acaba compartilhando apenas o que comprova a corrupção dos golpistas.

Pedro Hispano morreu no desabamento de um laboratório que mandara construir ao lado da residência papal, em Viterbo. Foi um apaixonado pela ciência. Como era português, certamente “lá de cima” estaria hoje dizendo: brasileiros, meus filhos, vocês não ouviram nem leram o que ensinei.

João XXI era médico do corpo e da mente. E era um monstro de sabedoria.

Precisamos da democracia direta, e vamos chegar a ela, mas antes será preciso fazer uma enorme revolução educacional.

 


do autor do blog, disponível em amazon.com.br

4 comentários:

Marcelo Dias disse...

Álvaro como sempre acerta no alvo!

Prof. Magrão disse...

Seus escritos são um presente para nós, amigos e admiradores. Dante se lesse seu texto também o colocaria no paraíso, Álvaro!!! Fraterno abraço!!!! 👏🏼👏🏼👏🏼

Jane Lucia Amaral disse...

Um privilégio ler seu texto, Álvaro! Ele abre portas e janelas! Maior privilégio é tê-lo como amigo e parceiro!

Luiz Waisel .'. disse...

Como palavras claras e bem escritas somam. A mim, um simples e superficial entendedor da filosofia e política, esse texto faz crescer. Amigo.